top of page

Nas penalidades, Água Santa elimina Red Bull Bragantino e vai à final contra o Palmeira



O Água Santa venceu o Red Bull Bragantino, nesta segunda-feira (20), na Vila Belmiro, em Santos, nas penalidades, por 4 a 2, e se classificou pela primeira vez para a final do Campeonato Paulista.


A partida aconteceu no litoral paulista pela falta de refletores no estádio Distrital de Inamar.

Na decisão, o time de Diadema enfrentará o Palmeiras, que eliminou o Ituano, por 1 a 0, na outra semifinal.

Alerrandro, do Bragantino, abriu o placar, aos oito minutos, em um lindo lance de letra. A bola chegou a bater no goleiro Ygor Vinhas, mas acabou dentro da rede.

Em um erro do goleiro Cleiton, aos 5 minutos da segunda etapa, o time da Grande São Paulo empatou com Lucas Tocantins.

Aos 20 minutos, Rodrigo Sam foi expulso. Ele deu uma entrada em Artur, que não gostou e foi tirar satisfação. Sam, por sua vez, deu uma cabeçada no adversário, sendo punido pela arbitragem.


Nove minutos depois, Matheus Fernandes cometeu falta em Cristiano, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso.

Com o empate por 1 a 1 no tempo normal, a decisão foi para as penalidades máximas.

Na primeira cobrança, Cleiton defendeu a batida de Bruno Mezenga. Juninho Capixaba chutou na trave. Ygor Vinhas defendeu o chute de Sorriso. Cristiano converteu. Bruno Praxedes fez o seu. Reginaldo Lopes também. Thiago Borbas manteve o Bragantino na partida. Júnior Todinho fez o último e classificou o Água Santa para a final inédita.

Comments


mirian.jpg
DDWflO4XUAA9QjU.jpeg
5-CLASSICOS.png
9062368 MOP.png
gazetta-anuncie.jpg
music.jpeg
bottom of page